No fim...

[Segunda-feira, 03 de junho de 2013]

...tudo dá certo: se não deu certo, é porque ainda não chegou até o final.

Prova disso é o meu risoni de gorgonzola com pera de hoje.



Não tava exatamente animada para fazer risoto logo hoje, mas como tinham duas peras todas amassadas e o frio e a chuva eram propícios pra uma comfort food... além de que amanhã é dia de nutricionista e esse seria o momento perfeito pra uma última gordice. Aí lá tô eu muito animada, só que ao contrário, descascando pera, quando minha irmã pergunta: "vai fazer risoto mesmo ou risoni?"; "Taí, você me deu uma idéia!"

A questão é que eu só tinha testado o risoni com gorgonzola e, das três ou quatro vezes que eu tentei antes, considero que eu só acertei a mão na última. Será que com pera ia prestar? Aié: o risoni é uma massa que tem o formato de grãos de arroz e que é adequada pra ser utilizada em sopas... e para fazer "risoto falso"! Tinha visto uma vez num fichário de receitas que eu comprei há uns dois anos, mas tem só uns dois meses que eu achei para vender e fiquei saltitando. Como eu disse, considero que ele só ficou perfeito na última tentativa, mas o conceito é ótimo! Você tá a fim de comer risoto mas não quer ficar meia hora mexendo aquilo no fogão. O risoni cozinha no mesmo tempo que qualquer tipo de macarrão e, enquanto isso, você faz o molho à parte e depois é só juntar tudo o/

A receita com gorgonzola eu achei na Internet (e só tirei o caldo de legumes), mas pra colocar pera foi na hora mesmo... cebola, vinho, creme de leite, Polenguinho sabor gorgonzola (então... dificilmente compro o queijo mesmo porque só eu como: e como não dá pra comer o tempo todo, estraga é, eu sei, sou uma fraude na cozinha), pera, limão. Experimentei, e é claro que tinha ficado uma droga, a massa também tava salgada (já tinha feito caldo de legumes pro risoto que não rolou mas acabei pondo sal mesmo assim). Mas, por algum motivo, quando eu juntei as duas coisas ficou simplesmente PERFEITO. O gosto do vinho, o azedinho do limão, o docinho da pera, tudo na medida. Pena que eu decidi levar o emagrecimento a sério justo na época do frio e das festas juninas (que eu não vou deixar de ir, claro: só que é mais um motivo para que eu me comporte de maneira exemplar pelo menos durante a semana) e não vou poder comer essa delícia tão cedo de novo. Enfim, pelo menos temos mais uma receita pra lista das minhas especialidades. É.


No mais, FDS rendeu pouco. Felizmente eu tinha aproveitado o feriado de quinta para organizar os estudos. E, no fim das contas consegui realizar meu propósito maior: enterrar simbolicamente o passado. Queria ter feito algum ritual, mas acho que escrever aquele tanto de páginas já foi suficiente. Só podia ter lembrado de acender uma vela, tem uma aqui do meu lado que eu uso às vezes para estudar... sei lá, eu curtia tanto essas coisas. 

Hoje, mais um dia de cão no trabalho. Sexta foi bem engraçado, depois que a barra ficou limpa aquilo parecia uma sessão de grupo de apoio de tanto desabafo. Mas pelo menos hoje teve notícia boa, pena que tem um mês inteiro pela frente antes que a coisa se torne realidade. Vai ser o mês mais longo desse ano, CERTEZA. 

0 Responses