Me pergunto...

[Quarta-feira, 19 de junho de 2013]

...o que eu tô querendo tomando café forte e remédio para ansiedade logo em seguida, ou na ordem contrária. Só sei que tou uma pilha, com cada célula do meu corpo tensa e sentindo uma dor como se tivesse carregado pedra o dia inteiro - mesmo tendo saído do trabalho a meia hora do jogo. Aliás, numa quarta-feira normal estaria chegando em casa por agora, mas nesse exato momento me sinto mais cansada que nunca. Remarquei a reunião de orientação da semana que vem pra seguinte e tô me sentindo péssima por ter tido que chegar a esse ponto. Acabei desistindo de ir pra terapia (segunda semana já, que beleza) porque não tava a fim de dar de cara com manifestação, sozinha, na minha hora de sair e no estado deplorável que eu me encontro hoje. Para completar, aquela sensação horrível de que eu vou morrer completamente só, de novo: e de que boa parte disso é culpa minha mas, no momento, eu não conseguir fazer nada.

Só tenho vontade de gritar, ou de dormir sem precisar me preocupar quando eu vou ter que acordar de novo. Aliás, hoje acordei atrasada pro meu novo horário de trabalho às quartas... de alguma forma, meu despertador, que eu tinha programado pras 07:30h, estava programado para as 08:50h quando eu vi. Felizmente, acordei nesse meio tempo e ainda consegui chegar a tempo de comprar pão-de-queijo e café haha.


Ai, que saudade de ter uma vida de verdade.
1 Response
  1. Alexandre Says:

    Coloquei de lado essa coisa de eu estar sozinho novamente. Não teria tempo mesmo para me dedicar a alguém. Melhor nem procurar pois é impossível frear essa sensação depois que começa.