Gosto dessa sensação...

[Sábado, 29 de junho de 2013]

...depois que você chora um monte: por um momento, parece que, sim TUDO vai ficar bem.

Uma vez tive uma crise braba e imaginei como seria se a gente tivesse um limite de lágrimas por dia e se as lágrimas em si controlassem a tristeza, a dor, whatever. Assim, quando você chorasse tudo o que tinha para aquele dia, tudo iria embora. Detalhe: eu já tinha 19 anos na cara quando tive essa pala. Detalhe[2]: de certa forma, acho que ainda acredito nisso. Detalhe[3]: foda-se, que bom que eu ainda acredito em alguma coisa.



PS: Lembro de quando geral achava que era euzinha nessa foto por causa do cabelo hahaha! Sonho meu ser magra desse jeito (pelo menos eu tenho os pés BEM mais bonitos!)! Hoje não tem mais como, faz mais de um ano que eu comecei a tentar apagar qualquer resquício de vermelho do cabelo. Cansei de ser ponto de referência e não estou exatamente num momento de querer chamar atenção, pelo contrário. Além de que vermelho "orkutizou": todo dia na parada de ônibus vejo pelo menos uma sem noção com o cabelo vermelho berrante, só que sem meu estilo... perdeu a graça. E, né, fizemos 2.8, tava mais que na hora que tentar algo mais sofisticado. Continuarei sendo ruiva falsa, só que uma "ruiva natural falsa", entenderam? Muito mais chique, bem. Voltando, essa foto só não foi pior que quando eu comprei uma peruca chanel preta com franja, tirei foto com ela e coloquei no perfil do finado Orkut: enganei muita gente por dois dias, foi bem divertido.

0 Responses