Status

[Quinta-feira, 30 de maio de 2013]

Adiando o relatório da terapia de ontem, que não necessariamente virá para cá - okãy, talvez uma parte. Gosto de escrever quando a sessão é importante pra não esquecer depois. Enfim, ontem já foi BEM foda falar isso pra ele, imagina compartilhar com meio mundo o.O

Daí eu me vejo voltando a isso (FALEI que minha playlist é exótica):



O que me lembrou como até relativamente pouco tempo (enfim, parece que foi ontem) meus fim de semana eram tão diferentes (Westlife era uma das trilhas). Senti falta... e, hoje, foi de verdade.

Tá vendo, o tal do "pacto com a infelicidade"? O dia foi produtivo como eu queria (lógico que não dá pra dar conta de TUDO) mas, nesse exato momento, eu tô pensando justo no que eu não posso ter. É a aquela coisa, NUNCA nada pode estar bem. E o pior é não conseguir lembrar quando eu comecei a ficar assim.


"Everybody's looking for that something
One thing that makes it all complete

[...]

Some find it sharing every morning
Some in their solitary lives
You'll find it in the words of others
A simple line can make you laugh ou cry

[...]

So, impossible as they may seem
You've got to fight for every dream
Cause who's to know which one you let go
Would have made you complete"
1 Response
  1. Alexandre Says:

    Também não sei quando fiquei assim, mas sei que está relacionado com o grande espaço vazio que ela é no momento.

    Falta intensidade, chega o final do dia, estou esgotado mas não estou realizado.

    Daí, busco meus problemas e vejo como são complicados de resolver.

    E tudo fica para o amanhã, que nunca chega.