É foda...

[Segunda-feira, 27 de maio de 2013]

...ter que gastar boa parte do seu estoque de paciência já em plena segunda-feira, tudo por causa de gente que tem que descontar a própria incompetência nos outros. Daí que sexta-feira eu acabei quase não me segurando, mas esse quase já sobrou pra mim hoje. E agora eu tenho que reunir todas as minhas forças pra aguentar pelo menos até me formar... porque né, sem esse horário eu não consigo.

O que é complicado em se tratando de problemas no trabalho é que você tem que estar lá TODO SANTO DIA, e não dá para simplesmente ignorar a existência de certas pessoas; você TEM que conviver. E isso acaba afetando todo o resto, porque é onde você passa boa parte do dia. No atual momento, meu objetivo é ser invisível até eu poder pedir para sair: mas até isso tá difícil. E pensar que eu passei dos meus 21 aos 24 trabalhando com execução financeira e nunca cheguei nem perto de perder as estribeiras como eu sinto que posso perder agora. Saí de lá porque, realmente, o volume de trabalho e os problemas, principalmente em 2009, eram demais para quem precisava também estudar... mas ao menos era valorizada e reconhecida: sem contar que me sentia BEM mais útil. Mas enfim, é o que tem pra hoje. O lado bom disso tudo é que a cada dia eu quero menos ainda isso para minha vida, virar uma velha à toa que não tem outra vida além de encher o saco dos outros.
1 Response
  1. Alexandre Says:

    Hoje minha paciência foi mais que testada mas como o final de semana foi inesquecível, segurei a onda melhor que Poseidon.

    É que eu te falei, antes de causarem problemas para mim no trabalho eu causo problema para os outros. Sei que tem gente que evita o contato comigo para o mínimo possível com medo de se meter em confusão.

    Sussa, relaxa e toma umas cervejas que amanhã tem mais do mesmo.