11 de setembro

11 de setembro. Depois do atentado às Torres Gêmeas em 2001, não dá mais pra pensar nessa data sem associá-la a tragédia, desgraça, coisa ruim. Parece que eu tava sentindo já na hora em que acordei... mais um soco na boca do estômago, mais uma punhalada nas costas. Tudo bem, eu já tava esperando, na "contagem regressiva" inclusive, mas o fato de saber que você vai, inevitavelmente, senitr dor não faz doer menos...

Vontade de sumir por um tempo, ficar longe, conseguir digerir tudo isso sem me preocupar em parecer bem pros outros enquanto eu queimo viva aqui dentro; ficar sozinha comigo mesma, assumir as consequências do que eu fiz; aceitar que eu sou humana e que, às vezes, por mais que a gente dê o melhor de si as coisas não funcionam do jeito que a gente queria. Deixar doer e sangrar e não me preocupar com as lágrimas que não param de cair porque, no final das contas, são elas que vão limpar minhas feridas... E lógico, lembrar sempre que as coisas acontecem por um motivo e pensar na lição que eu posso tirar de tudo isso. Ai, falar é tão fácil!


Why the sudden changes
Why all of the lies
I should have seen it in your eyes
The endless hours of heartache
Waiting for you
My summer love has turned to rain
Oh, the pain
[She's Gone - Black Sabbath]


 

BTW, Porão do Rock nem sei se vai rolar... 0 respostas das amigas no orlut, a porra do telefone não toca há sei lá quanto tempo. Enfim, descobri um resto de um vinho forte e vou me embriagar sozinha vendo filme, beijos.

Anyway, hoje é dia de Porão do Rock: ver azamiga, curtir shows e beber, foda-se o mundo o/

1 Response
  1. Monike Says:

    OIIIIIII BABY.
    TEM NOVA PROMOÇÃO ROLANDO NO MEU BLOG, É SÓ SEGUIR AS REGRINHAS PARA PODER PARTICIPAR.

    http://cha-com-cupcakes.blogspot.com/

    BEIJOS