All this things that I've done


"Outra dor de cabeça, outro coração partido
Eu sou muito mais velho do que eu posso aguentar
E meu afeto, bem, ele vai e vem
Eu preciso de uma direção para a perfeição, não, não, não, não

Me ajude
Sim, você sabe que tem que me ajudar
Sim, oh, não me tire da lista de prioridades
Você sabe que tem que me ajudar"

 
Não sou fã de alternativo e, como diz a comunidade do orkut, "tenho preguiça de ouvir" bandas novas (leia-se: do fim dos anos 90 pra cá).  Dizem que os aquarianos estão sempre à frente dos demais signos do zodíaco mas, nesse caso, o bom gosto do meu ascendente em libra fala mais alto! Mas, ouvindo no carro de amigos, baixei The Killers há um mês e tou realmente curtindo, essa (que eu já ouvi umas dez vezes hoje) e Why do I Keep Counting, outra que "me escolheu" em 2008, não saem do meu MP4...
 
Outras "modernidades" na minha playlist no momento:

- 30 Seconds To Mars [e emo é o caralho];

- Alter Bridge [deprê e pesado ao mesmo tempo, ATÓRON];

- Kaiser Chiefs [perdi a conta de quantas vezes pirei bêbada com Everyday I Love You Less and Less];

- Lady GaGa [me rendi, baixa a bee mim quando eu ouço];

- Muse [conheci ano passado porque eles vieram pro Porão do Rock - e eu não fui - e realmente gostei; atualmente viciada na música do Crepúsculo - Supermassive Black Hole];

- Nickelback [essa eu amo de paixão MESMO, vindo pro Brasil pode ter certeza que eu vou fazer alguma loucura pra ver ao vivo];

- Scott Stapp [como fã que sempre fui do Creed não podia faltar, The Great Divide e Relearn Love são perfeitas];

- Xavier Naidoo [fugindo do róqui - onde Lady GaGa também não se encaixa - as músicas dele não só "dão zouk" como são umas das que mais tocam nesse tipo de balada- na versão original mesmo, sem remix].

0 Responses